Adiamento das Olimpíadas de Tóquio deve gerar custo de R$ 13 bilhões ao Japão

Setor privado gastou US$ 5,6 bilhões

[Adiamento das Olimpíadas de Tóquio deve gerar custo de R$ 13 bilhões ao Japão]

FOTO: EFE/EPA/KIMIMASA MAYAMA

Após adiamento dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio para 2021, o Japão pode ter um custo adicional de US$ 2,7 bilhões, cerca de R$ 13 bilhões na cotação atual (US$ 1 = R$ 5,10). As informações são do do jornal japonês Nikkei.

“Com certeza haverá custos. O valor, contudo, não sabemos agora. E quem vai pagar isso? Não preciso dizer que não serão discussões fáceis e não sabemos quanto tempo vão durar” afirmou o CEO do Comitê Organizador de Tóquio 2020, Toshiro Muto.

O presidente do COI, Thomas Bach, afirmou em uma teleconferência com jornalistas que o primeiro-ministro Shinzo Abe se comprometeu a fazer tudo que for preciso.

“Vai ser um custo adicional para os japoneses. Mas o primeiro-ministro Abe se comprometeu a fazer tudo o que for preciso. Todos foram impactados, jornalistas, atletas. Temos de fazer desses Jogos um símbolo de união”, disse Bach.

Os organizadores do evento precisarão renegociar inúmeros contratos. Entre os custos extras estão a manutenção das arena e a possível mudança de locais de jogo.

Há um problema também em relação à Vila dos Atletas, já que muitos dos apartamentos construídos para abrigar os esportistas no período dos Jogos já estão sendo negociados com possíveis compradores, e alguns - cerca de 1/4 dos 5,632 - já foram vendidos (há apartamentos que valem US$ 1 milhão (R$ 5,1 milhões).

Finanças dos Jogos

Os órgãos governamentais japoneses e organizadores locais afirmam que estão gastando US$ 12,6 bilhões (R$ 64 bilhões) para realizar as Olimpíadas. Contudo, uma auditoria do governo reportou em dezembro que havia chegado a US$ 28 bilhões.

O dinheiro do setor privado representa US$ 5,6 bilhões (R$ 28 bilhões) do orçamento total de hoje, e o resto é dinheiro público. Tóquio gastou pelo menos US$ 7 bilhões (R$ 36 bilhões) com arenas permanentes e temporárias (85% disso é dinheiro público). A mais cara foi o novo estádio nacional, um projeto que chegou ao custo de US$ 1,43 bilhão (R$ 7,2 bilhões).


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[De saco cheio da quarentena? Hotel anuncia Serviço Covid-19 com cuidados médicos]

O serviço pode incluir consultas médicas, e cuidados de enfermagem 24 horas por dia

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!