Agência reguladora dos EUA aumenta vida útil da vacina Johnson & Johnson contra a Covid-19

Mudança aumenta o tempo de armazenamento da vacina de três meses para quatro meses e meio

[Agência reguladora dos EUA aumenta vida útil da vacina Johnson & Johnson contra a Covid-19]

FOTO: Getty Images

De acordo com a farmacêutica Janssen, a agência americana reguladora de medicamentos (FDA) autorizou na última quinta-feira (10), uma extensão do prazo de validade da vacina da Johnson & Johnson contra a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. A mudança aumenta o tempo de armazenamento da vacina de três meses para quatro meses e meio. “A decisão é baseada em dados de estudos de avaliação de estabilidade em andamento, que demonstraram que a vacina é estável em 4,5 meses, quando refrigerada a temperaturas de 36 a 46 graus Fahrenheit”, disse a empresa.

No total, cerca de 2,8 milhões de doses de vacina da Janssen, que serão recebidas pelo Brasil, vencem já no dia 27 de junho. Por causa disso, o Ministério da Saúde prepara um mutirão para não perder os imunizantes. Ainda não há uma previsão da chegada do lote, que depende da liberação do FDA para a exportação da remessa, que sairá dos Estados Unidos.


Comentários