Após reabertura das fronteiras, companhia aérea de Portugal registra aumento na busca por passagens

'O brasileiro quer viajar', diz presidente da TAP

[Após reabertura das fronteiras, companhia aérea de Portugal registra aumento na busca por passagens]

FOTO: Getty Images

A empresa aérea TAP Air afirmou, nesta quinta-feira (2), que vai ampliar o número de voos operados entre Brasil e Portugal. A informação foi divulgada após o governo português liberar a reabertura das fronteiras aos turistas brasileiros até o próximo dia 16, sem necessidade de quarentena preventiva ou quadro de imunização completo. De acordo com a empresa aérea, os voos entre os dois países irão aumentar de 37 para 52 por semana já no fim de outubro. 

O diretor-geral da companhia aérea no Brasil, Mário Carvalho, afirmou ao O Globo que, no momento, já é possível registar um aumento na busca por passagens aéreas. Segundo ele,   “o brasileiro quer viajar”. Ainda em entrevista ao jornal, Carvalho disse que espera que já em meados de 2022, no próximo verão europeu, a companhia possa voltar ao patamar operacional pré-Covid, quando mantinha 84 voos por semana entre Brasil e Portugal.

A Latam também anunciou que ampliará de quatro para seis os voos semanais entre São Paulo e Lisboa em novembro, passando a ser diário em dezembro. Já a Azul aumentará a oferta de acordo com a demanda. Pela nova regra, todo visitante deve apresentar um teste RT-PCR ou antígeno negativo. Os viajantes com Certificado Digital Covid da União Europeia, emitido só para inscritos no Sistema de Saúde de Portugal, estão isentos dos testes.

Apesar do otimismo na TAP, Carvalho lista desafios como a variante Delta e a falta de confiança do turista europeu.

"Esperamos que essa liberação se estenda e que a situação da Covid-19 nos países não se deteriore para tudo voltar ao normal o mais rápido possível. A TAP nunca abandonou o Brasil, a não ser em momentos específicos, como quando os voos foram suspensos em fevereiro e março”, disse.

“Desde abril, temos operado a partir de São Paulo, Rio e capitais como Belo Horizonte, Brasília, Recife, Fortaleza e Salvador. A partir de agora, vamos retomar todos os pontos do Brasil, com doze aeroportos, começando com Belém, Natal e Maceió. Começamos com essa oferta de 37 voos semanais em setembro. Em outubro, sobe para 52 por semana. Já chegamos a operar 84 semanais no Brasil todo. Se a demanda aumentar, podemos colocar mais. Acredito que no próximo verão europeu a situação esteja mais normalizada e possamos ter essa quantidade de voos de antes. O nível de reserva está aumentando semanalmente", completou. 


 


Comentários

Relacionadas

Veja Também

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!