Banco Mundial vai apoiar projeto de soja sustentável no Nordeste

Trabalho vai acontecer nos estados do Maranhão, Bahia, Piauí e Tocantins

[Banco Mundial vai apoiar projeto de soja sustentável no Nordeste]

FOTO: Divulgação/ Ouro Safra

O International Financing Corporation (IFC), do Banco Mundial, vai apoiar a empresa Cofco International no Brasil na cadeia de suprimentos de soja do Matopiba, uma das regiões onde a produção agrícola mais cresce, segundo comunicado da empresa chinesa.

O trabalho vai se concentrar na seleção das fazendas produtoras de soja na região que abrange os estados do Maranhão, Piauí, Tocantins e Bahia, no Cerrado brasileiro, garantindo que agricultores usem práticas agrícolas mais sustentáveis.

Embora a conversão de terras para o plantio de soja no Cerrado esteja diminuindo desde 2001, a região de Matopiba registrou taxas mais altas associadas à crescente demanda global por soja, principal commodity de exportação do Brasil, segundo comunicado.

“O objetivo é garantir que as fazendas fornecedoras estejam livres de trabalho forçado, não estejam localizadas em terras indígenas, unidades de conservação ou áreas embargadas e estejam em conformidade com a Moratória da Soja Amazônica”, disse a nota.

O projeto também vai estabelecer perfis de conversão de terras para fazendas individuais e avaliará a conformidade do fornecedor com o Cadastro Ambiental Rural (CAR), um registro eletrônico do governo que combina dados geoespaciais de propriedades rurais com suas informações ambientais, incluindo áreas protegidas legalmente.

A Cofco International e a IFC esperam que o projeto englobe 85% dos fornecedores diretos da empresa no Brasil na região de Matopiba até 2021, atingindo 100% da região até 2023.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!