Campanha de imunização contra a gripe tem pouca procura em Salvador

A meta é vacinar 320 mil pessoas na primeira etapa, até o dia 10 de maio

[Campanha de imunização contra a gripe tem pouca procura em Salvador]

FOTO: Bruno Concha/Secom

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a campanha de imunização contra a gripe (H1N1) está com baixa procura em Salvador. A meta é vacinar 320 mil pessoas na primeira etapa, até o dia 10 de maio. Porém, até esta terça-feira (4), pouco mais de 84 mil foram pessoas vacinadas.

A campanha começou em Salvador no dia 12 de abril. Nesta primeira etapa, podem se vacinar crianças de 6 meses até 6 anos, gestantes, puérperas, indígenas e profissionais de saúde.

Em um posto montado no Shopping Barra, voltado para crianças com até seis anos de idade, apenas 40 doses foram aplicadas na manhã desta terça (4).

A partir da próxima terça-feira (11) até o dia 8 de junho, a campanha de imunização contra a gripe será estendida para os idosos acima de 60 anos e professores.  Já a terceira etapa está prevista para começar no dia 9 de junho até 9 de julho, e poderão se vacinar pessoas com doenças crônicas, deficiência permanente e caminhoneiros.

Na terceira etapa, podem se vacinar também trabalhadores do transporte coletivo, forças de segurança, funcionários do sistema prisional, pessoas privadas de liberdade e jovens que cumprem medidas socioeducativas.

A imunização contra a gripe acontece de segunda a sexta-feira, exceto feriados, em 115 pontos, das 8h às 16h. 

Na capital baiana, são três pontos de drive-thru e 112 pontos fixos para a vacinação contra a gripe. De acordo com a prefeitura, o drive-thru do Shopping Barra atende crianças; o shopping Bela Vista, trabalhadores da saúde e o Shopping da Bahia segue com a imunização de puérperas e gestantes. Já os postos fixos atendem os três públicos. 

Para ter acesso à dose, é necessário levar identidade ou certidão de nascimento. Já as gestantes e puérperas devem apresentar, além da identidade, o exame ou certidão de nascimento da criança. Os trabalhadores da saúde devem levar qualquer documento que comprove o vínculo laboral, além de RG.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!