Civic 2020 é páreo para o novo Corolla?

Com poucas mudanças, vice-líder mantém motor 2.0 e câmbio CVT

O Honda Civic é um dos sedãs protagonistas do mercado mundial. No Brasil, há algum tempo ele é o vice atrás do Corolla que acaba de mudar de geração e ganhar versão híbrida além de um novo motor flex.

O Honda Civic chegou à linha 2020 com pouquíssimas mudanças que mostram a opção da marca por manter-se em segundo lugar. O estilo arrojado e a traseira de um cupê ainda chamam a atenção pela beleza e assim a Honda atualizou levemente seu produto de sucesso para manter-se competitivo. 

Mudanças em detalhes 

Veja tudo o que mudou no Honda Civic na linha 2020. 

O pára-choque foi redesenhado: na dianteira tem novo formato na parte inferior e na traseira recebeu um friso cromado. 

As rodas também mudaram conforme a versão. Na LXL (veiculo testado) ela é cinza grafite com dez raios aro 17 

Todas as versões agora contam com monitoramento de pressão dos pneus. O freio de estacionamento eletrônico também é de série assim como o câmbio automático CVT. O manual foi extinto. 

A multimídia também mudou e apesar de conectada com Android Auto e Apple CarPlay tem interface antiga que vida evidente ao usar o sistema e o GPS nativo. 

 

Avaliação 

O Auto Show testou o Civic LXL 2020, que inclui poucas mudanças no modelo topo de linha com motor 2.0 aspirado de 155 cv a 6.300 rpm e 19,5 kgfm de torque a 4.800 rpm e câmbio CVT.

A suspensão calibrada à medida e a vantagem da suspensão multilink na traseira tornam a rodagem confortável e esportiva. O motor 2.0 aspirado trabalha suavemente com o câmbio CVT com shift paddles. 

Os ocupantes tem vida confortável a bordo do sedã com bancos de desenho anatômico e que transmitem sensação de qualidade no revestimento em couro. Apesar do painel bem destacado a ergonomia para o motorista também se destaca. A versão testada conta ainda com sensor de chuva, saídas do ar-condicionado para o banco traseiros e chave presencial com partida por botão. 

Com preço inicial de R$ 97,8 mil, o Civic LX é competitivo mas o LXL testado é bem mais completo com bancos em couro, saída de ar condicionado traseira, sensor de chuva e outros itens que elevam o preço para R$ 112,9 mil. Ele será páreo para o novo Corolla? Atualmente não. O Toyota estreou nova geração, plataforma e solução híbrida além de um motor flex mais moderno, potente e econômico. No entanto, o Civic segue altamente competitivo para disputar espaço com seu maior rival.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[Chile é eleito melhor destino sustentável e de aventura do mundo]

Premiação faz parte do World Travel Awards, considerado o Oscar do Turismo

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!