Eduardo Barroca diz que reconhece sentimento de urgência relacionado ao Vitória

Time baiano não vence há cinco rodadas no Brasileirão

[Eduardo Barroca diz que reconhece sentimento de urgência relacionado ao Vitória ]

FOTO: Letícia Martins / EC Vitória / Divulgação

O técnico do Vitória, Eduardo Barroca, disse nesta quarta-feira (21), durante uma coletiva de imprensa, que reconhece que a situação do clube é complicada. Ele informou ainda que  definiu para o elenco dois objetivos imediatos: encerrar a sequência sem triunfos e fechar o primeiro turno na melhor posição possível. “Tenho falado muito com os jogadores que a gente tem dois objetivos a curto prazo, que é encerrar essa sequência sem vitórias e fechar o primeiro turno da melhor forma que a gente puder para que a gente tenha uma leitura clara de que tipo de campeonato a gente vai precisar fazer no segundo turno”, disse.

O Vitória está numa situação difícil  às vésperas do encerramento do primeiro turno da Série B. Com 19 pontos, o time baiano não vence há cinco rodadas na competição e vê o G-4 se distanciar cada vez mais. Ainda na entrevista, Barroca destacou que é preciso fazer um diagnóstico do que o Vitória vai precisar fazer na segunda metade da Série B.

“A gente já sabe que é um campeonato de recuperação, mas é muito importante que a gente feche esse primeiro turno da melhor forma que a gente puder para que a gente faça o melhor campeonato de recuperação possível no segundo turno. [...] Esse é o nosso objetivo, para que a gente possa ter uma leitura clara e quantitativa daquilo que a gente vai fazer no segundo turno, de que tipo de campeonato de recuperação a gente vai precisar, de quantas vitórias. E a gente ter uma clareza muito grande neste sentido no segundo turno. É muito importante a gente trabalhar num padrão de excelência máximo e num padrão de exigência máximo aos jogadores destes jogos finais do primeiro turno, para que a gente consiga encostar o mais rápido possível no time de cima”.


Na quinta-feira (22), o Vitória terá a oportunidade de ganhar uma jogo na partida contra o Guarani pela 17ª rodada da Série B, no Barradão, em Salvador. O técnico deverá ter problemas para montar o time para a partida porque três jogadores estão em recuperação: o zagueiro Wallace com lesão grau 1 no adutor da coxa esquerda, o meia Fernando Neto também com lesão na posterior da coxa esquerda e o meia Gerson Magrão, com suspeita de fratura na costela. Ainda durante a entrevista, o técnico falou sobre pouco tempo para treinar e foco em recuperação

“Tivemos pouco tempo de treinamento, uma viagem longa, desgastante. Então o foco principal foi recuperar os jogadores. Acredito que a gente foi melhor no segundo jogo do que no primeiro sob meu comando. A gente cresceu em algumas competências que eram importantes a curto prazo. Fizemos uma boa partida contra a Chapecoense. E a gente espera, agora, dar mais um salto na questão coletiva, tentar fazer com que a equipe seja o mais agressiva possível, tentar ter uma equipe maior na parte ofensiva e defensiva, errar menos sem pressão, para que a gente consiga uma vitória diante do Guarani”, disse.
 


Comentários