Em 2021, 188 pessoas foram resgatadas de trabalho escravo na Bahia

Após resgate, vítimas são encaminhadas para unidades dos Cras e Creas dos municípios de origem

[Em 2021, 188 pessoas foram resgatadas de trabalho escravo na Bahia ]

FOTO: Foto: Divulgação/SJDHDS

A Bahia registrou, em 2021, 188 pessoas em trabalho análogo ao escravo. É o maior número de trabalhadores resgatados nos últimos sete anos de acordo com dados da Comissão Estadual de Erradicação do Trabalho Escravo da Bahia (COETRAE/BA).

Os trabalhadores foram resgatados em seis cidades do estado: Salvador, Xique-Xique, Conceição do Coité, Feira de Santana, Canavieiras e Aracatu. 

Entre 2012 a 2021, 1056 trabalhadores foram resgatados e atendidos pela comissão. O número de resgatados em 2021 só não é maior do que o registrado em 2015, quando 339 pessoas foram liberadas pelas operações da comissão.

Após o resgate, as vítimas são encaminhadas pela SJDHDS para unidades dos CRAS e CREAS dos municípios de origem.


Comentários