Mandetta sinaliza desistir de pré-candidatura à Presidência após partido abrir margem de apoio a Moro

Ex-ministro disse que vai focar na estruturação da União Brasil no MT

[Mandetta sinaliza desistir de pré-candidatura à Presidência após partido abrir margem de apoio a Moro]

FOTO: Reprodução/Agência Senado

Ao participar de uma reunião nesta semana com a cúpula do União Brasil, partido que surge da fusão entre o DEM  e o PSL, o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, teria sinalizado ter desistido da pré-candidatura à Presidência. O motivo teria sido porque o nome do ex-ministro da Justiça, Sergio Moro (Podemos), foi tratado como uma possibilidade de apoio do partido em 2022. 

Na reunião, Mandetta disse que vai focar na estruturação do partido em Mato Grosso do Sul. “O Mandetta disse que prefere disputar cargo no legislativo em Mato Grosso do Sul. Não descartamos apoiar ninguém. Entraram no radar MDB, PSDB e Podemos, com Moro. Mas também podemos ter candidatura própria”, disse Luciano Bivar, que será presidente da UB, ao blog de Gerson Camarotti.

À GloboNews, Mandetta afirmou que nenhuma decisão ainda foi tomada. "Nessa reunião, foi colocado que as possibilidades de política nacional são cada vez mais afuniladas, que o partido tem que fazer uma discussão a respeito de qual vai ser o seu caminho: se vai ter candidatura própria; se vai fazer apoiamento a algum dos candidatos; ou se não vai ter candidato", disse.

"Eu não posso ser candidato dentro de uma agremiação que ainda não conhece bem quais são seus próximos passos. Acho que esse debate vai ter que ser interno, dessa agremiação, tem pessoas chegando, pessoas saindo, e é natural que ela tenha ruídos de comunicação, como foi o caso dessa reunião", complementou.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!