Pandemia pode ser "ainda mais dura" e Brasil preocupa

A OMS mostra que o Brasil sofreu um salto de 24% no número de novos casos

[Pandemia pode ser

FOTO: Reprodução

A  Organização Mundial da Saúde alertou que o segundo ano da pandemia pode ser "ainda mais duro" que o primeiro e afira, entre diversos países, a situação do Brasil.  "Em alguns países, vai ficar muito pior antes de melhorar", alertou Maria van Kerkhove, diretora técnica da OMS.

A afirmação ocorreu nas redes sociais na última quarta-feira (13). Segundo a agência, serão necessárias "semanas ou meses" até que as taxas de imunização comecem a ser refletidas na curva da pandemia.

"Temos em uma semana 5 milhões de novos casos, com metade deles nas Américas", disse ele ao falar do Brasil. "O Brasil e outros países no Sul veem grandes aumentos de casos", disse.

A OMS mostra que o Brasil sofreu um salto de 24% no número de novos casos e 23% no número de mortes na semana entre os dias 3 e 10 de janeiro, em comparação à semana anterior. "Isso exige uma atenção imediata", defendeu.


Comentários