Presidente do sindicato dos metalúrgicos de Camaçari diz que entidade tenta negociar indenização de funcionários com a Ford

Em entrevista, líder do sindicato criticou a inércia do governo federal quanto ao encerramento das atividades

[Presidente do sindicato dos metalúrgicos de Camaçari diz que entidade tenta negociar indenização de funcionários com a Ford]

FOTO: Reprodução/Agência Sindical

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari, Júlio Bonfim, lamentou o fechamento do Complexo Industrial da Ford na cidade da Região Metropolitana de Salvador e afirmou que a entidade de classe já negocia com a empresa uma indenização para os quase 12 mil funcionários diretos. Em entrevista a uma rádio de Salvador nesta quarta-feira (13), Bonfim lembrou que a montadora norte-americana havia firmado com os funcionários um acordo de estabilidade de emprego até 2024. 

O presidente do sindicato reconheceu o esforço do governo da Bahia para encontrar uma saída para a situação enfrentada aos cerca de 5 mil funcionários do complexo, mas criticou a ausência de ações na esfera federal. Bonfim citou também o encerramento das atividades de outras empresas que se instalaram região metropolitana, como a Bosch e a Alstom.a

"A gente sabe que não é só uma decisão do governo do Estado. Deveria ter uma extensão muito maior, com a participação do governo federal. (...) Estamos tendo só notícias de fábricas fechando, grandes fábricas com grandes investimentos aqui, e nada se faz, não existe um projeto por parte do governo federal para minimizar o impacto. O que existe são falas que em vez de tentar ajudar, pioram mais pros investidores", afirmou.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[Novo museu de Berlim custou US$ 825 milhões]

O Louvre alemão tem 40.000 m² e projeto arquitetônico assinado pelo italiano Franco Stella

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!