Saques da poupança em 2024 atingem maior nível em um ano, aponta BC

Saques chegaram a R$ 20,149 bilhões no primeiro mês do ano

[Saques da poupança em 2024 atingem maior nível em um ano, aponta BC]

FOTO: José Cruz/Agência Brasil

A caderneta de poupança iniciou o ano de 2024 registrando o maior volume de saques em um ano, quando R$ 20,149 bilhões foram sacados dos bancos, conforme dados divulgados pelo Banco Central na última semana.

A título de comparação, em janeiro do ano passado, foram realizados resgates que totalizaram R$ 33,631 bilhões.

O Banco Central destaca que os saques recorrentes ocorrem em um momento marcado pelos juros ainda elevados, o que faz com que a competitividade da poupança seja comprometida.

Juros

Apesar de o Banco Central ter iniciado um ciclo de cortes que já reduziu a Selic cinco vezes em 0,5 ponto percentual, chegando ao patamar atual de 11,25%, a taxa ainda se mantém em um nível muito favorável em comparação a outros investimentos no mercado de renda fixa.

Ainda segundo o BC, em janeiro houve resgates de R$ 16,273 bilhões no Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), enquanto a poupança rural registrou saídas de R$ 3,876 bilhões.

Histórico

Em 2021, a retirada líquida da poupança chegou a R$ 35,49 bilhões. Já em 2020, a caderneta tinha registrado captação líquida recorde de R$ 166,31 bilhões.

Contribuíram para o resultado a instabilidade no mercado de títulos públicos no início da pandemia de covid-19 e o pagamento do auxílio emergencial, depositado em contas poupanças digitais da Caixa Econômica Federal.


Comentários