Três destinos internacionais não indicados para mulheres conhecerem sozinhas!

Aos detalhes...

[Três destinos internacionais não indicados para mulheres conhecerem sozinhas! ]

FOTO: Divulgação

Ao planejar uma viagem, as mulheres devem pensar além do roteiro e dos pontos turísticos que desejam conhecer. Antes de se aventurar em certos destinos internacionais, é importante entender a cultura local e, principalmente, como são tratados os direitos femininos.

Lugares como Chade, Afeganistão e Iêmen, por exemplo, devem ser evitados por turistas que estão sozinhas. Isso porque, entre outras razões, aparecem nas últimas posições do Índice de Igualdade de Gênero dos ODS 2022, desenvolvido pela Equal Measures 2030. A pesquisa analisou 144 países e levou em consideração 56 indicadores-chave de 14 dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Esses contratempos, no entanto, não significam que a viagem dos sonhos precisa ser cancelada. Uma forma de driblá-los é encontrar acompanhantes que vão fazê-la se sentir mais segura. Agências de turismo são grandes aliadas nesse quesito, pois contam com vantagens como roteiros personalizados para grupos, guia desde a saída do aeroporto, entre outros.

Uma delas é a Single Trips. Localizada em São Paulo (SP), trata-se de uma agência especializada em pessoas que estão sem companhia para viajar. Nos próximos meses, oferecerá pacotes para três destinos internacionais que são mais aconselhados a serem explorados em grupo. Conheça as principais diferenças culturais de cada local e os roteiros – e vá, desde agora, relaxando para curti-los com toda a segurança:

Egito (de 17 a 28 de setembro)

A mulher egípcia é criada em um ambiente conservador e machista, sendo ensinada, desde cedo, a servir o futuro marido. Ainda criança, aprende a cozinhar e tem a responsabilidade de cuidar dos irmãos – no país, há uma média de 3,4 filhos por casal, segundo o último relatório da Divisão de População das Nações Unidas. Também devem sempre estar bonitas e serem modestas em público. Rir alto, por exemplo, é um erro grave.

Durante a viagem planejada pela Single Trips, as mulheres, devidamente acompanhadas, vão fazer um passeio de cruzeiro pelo maior rio do mundo: o Nilo, base para a civilização egípcia. O roteiro também contempla visita às catacumbas de Kom El Shoqafa, na Alexandria, consideradas uma das sete maravilhas da Idade Média, além de outros monumentos que foram palco de algum evento e entraram para a história.

Marrocos (de 8 a 20 de outubro)

Seja pelas paisagens e cenários desérticos, seja pelas belas mesquitas, pelos jardins secretos ou pela arquitetura tradicional, o Marrocos é uma joia do mediterrâneo. Nesta expedição a bordo de um micro-ônibus, as turistas vão cruzar diferentes regiões do país, passando por grandes cidades como Casablanca e a capital Rabat, e outras mais afastadas, a exemplo de Meknes e Fes.

É válido destacar que, embora Marrocos seja um país bastante ocidentalizado, principalmente por conta da proximidade com a Espanha, as mulheres seguem alguns costumes rígidos. Roupas curtas ou coladas ao corpo, por exemplo, não são usadas pelas marroquinas. Para as turistas, tal vestimenta pode ser considerada falta de respeito, e até mesmo atrair olhares indecentes.

Durante a visita ao país, leve na mala saias e vestidos longos, bem como macacões mais larguinhos. Sempre que possível, evite mostrar barriga, ombros e pernas.

Indochina (de 30 de outubro a 14 de novembro)

O roteiro da Single Trips pela região da Indochina é mais voltado para o Vietnã. Será possível visitar Hanoi (capital histórica e colonial), Ha Long Bay (famosa pelas belas paisagens) e até as agitadas avenidas de Saigon. As viajantes também vão explorar locais históricos que fizeram parte da revolução e da Guerra do Vietnã, como os túneis Cu Chi. Ainda apreciarão o estilo de vida vietnamita em um tour pelo delta do Mekong.

Em relação à cultura local, as mulheres vivem em um ambiente tradicionalista e conservador. Tanto que casar cedo e virgem ainda é bem visto socialmente. Uma vez que elas conseguem um esposo, devem assumir os papéis de mãe, trabalhadora e dona de casa. E ainda precisam manter os cuidados com a beleza constantemente – aqui, uma curiosidade: o padrão local é “quanto menos bronzeada, mais bonita”.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[Cirurgia estética vaginal: conheça as opções de procedimentos e indicações! ]

Segundo dados divulgados pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética, o Brasil é o país campeão em cirurgias íntimas

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!