Vacinas contra covid-19 podem alterar ciclo menstrual, aponta estudo

O levantamento, divulgado na revista Science Advances, ouviu 39 mil pessoas

[Vacinas contra covid-19 podem alterar ciclo menstrual, aponta estudo]

FOTO: Reprodução/Agência Brasil

Um estudo divulgado na revista Science Advances revelou que vacinas contra a covid-19 podem ter causado algumas alterações no ciclo menstrual de algumas mulheres. O levantamento, realizado pelas pesquisadoras americanas Kathryn Clancy, professora de antropologia da Universidade de Illinois, e Katharine Lee, antropóloga biológica do Departamento de Antropologia da Universidade de Tulane, em Nova Orleans, ouviu 39 mil pessoas.

O documento, publicado em julho deste ano, mostrou que cerca de 42% dos participantes verificaram algum tipo de alteração em seu fluxo ao tomarem a primeira ou a segunda de vacinas como Pfizer, Moderna, AstraZeneca, Johnson & Johnson, Novavax, entre outras. Já que a coleta foi feita em 2021, o trabalho não considera as doses de reforço.

Enquanto isso, 44% dos participantes não perceberam alterações. Já 14% não notaram um fluxo mais intenso, o que tanto pode ser não ter observado mudança quanto significar um sangramento mais leve.

Ainda de acordo com o estudo, as alterações de fluxo foram mais comuns em pessoas que apresentaram efeitos colaterais como febre e fadiga. Além disso, houve uma variação levando em conta aspectos raciais e etários. Pessoas não-brancas e mais velhas observaram maior impacto.

A pesquisa considerou as respostas de quem foi imunizado com duas doses de vacina e que não tivesse contraído covid-19 e nem tido suspeita (até o momento de responderem o questionário).


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[Cirurgia estética vaginal: conheça as opções de procedimentos e indicações! ]

Segundo dados divulgados pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética, o Brasil é o país campeão em cirurgias íntimas

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!