Bahia é quinto estado em número de órfãos por Covid-19, diz Arpen-Brasil

Ao todo, estado tem cerca 650 crianças de até 6 anos que perderam pelo menos um dos pais para a doença

[Bahia é quinto estado em número de órfãos por Covid-19, diz Arpen-Brasil]

FOTO: Reprodução / Agência Brasil

A Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil) aponta que a Bahia é o quinto estado em número de crianças que perderam os pais para Covid-19. Desde o início da pandemia, ao menos 646 crianças de até seis anos de idade perderam pelo menos um dos pais para a doença no estado. Os dados foram obtidos com base no cruzamento entre os CPFs dos pais nos registros de nascimentos e de óbitos feitos nos cartórios baianos. 

Segundo a Associação, das 646 crianças, 21,3% (138) não tinham completado nem ao menos 1 ano. Já 15,6% (101) tinham 1 ano de idade, 16,5% (107) 2 anos de idade, 13,9% (90) 3 anos, 10,2% (66) 4 anos, 11,6% (75) tinham 5 anos e 9,9% (64), 6 anos. 

No Brasil todo, 12.211 crianças de até 6 anos de idade ficaram órfãs de um dos pais. 25,6% dessas crianças que perderam um dos pais não tinham completado 1 ano. Os números mostram ainda que 223 pais faleceram antes do nascimento dos filhos, enquanto 64 crianças até a idade de 6 anos perderam pai e mãe. No ranking por número absoluto, Rondônia, Goiás e Mato Grosso são os estados brasileiros com mais órfãos. 
 


Comentários