Bolsonaro vai faltar a depoimento na PF após reunião com AGU

Presidente deve recorrer ao plenário do STF

[Bolsonaro vai faltar a depoimento na PF após reunião com  AGU]

FOTO: Alan Santos/PR

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), não vai prestar depoimento à Polícia Federal (PF) nesta sexta-feira (28) e deve recorrer, no Supremo Tribunal Federal (STF), da decisão de Alexandre de Moraes. A decisão foi tomada pelo presidente após uma série de reuniões com os ministros da Advocacia-Geral da União (AGU), Bruno Bianco, e da Justiça, Anderson Torres.

Após debates, prevaleceu o entendimento da AGU de que o mandatário não é obrigado a comparecer à Polícia Federal (PF), como determinou o ministro do STF. A intimação para que o presidente fale com os investigadores ocorre no âmbito do inquérito que apura vazamento de investigação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre ataque hacker às urnas eleitorais. 

Ainda hoje, a AGU deve ingressar um recurso ao plenário do Supremo argumentando que, por ser investigado no inquérito, Bolsonaro não seria obrigado a comparecer. Para Moraes, o presidente tem direito a ficar em silêncio, mas não pode se recusar a depor.
 


Comentários

Relacionadas

Veja Também

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!