Candidatos que precisavam de 1 voto para se eleger receberam R$ 1,7 milhão de fundos públicos

Valores foram integralmente gastos

[Candidatos que precisavam de 1 voto para se eleger receberam R$ 1,7 milhão de fundos públicos]

FOTO: Reprodução/ Agência Brasil

Fontes públicas de financiamento de campanhas e fundos eleitoral e partidário distribuíram juntos cerca de R$ 1,7 milhão para candidatos a prefeito que concorriam sozinhos nas eleições municipais em 2020 e que só precisaram de apenas um voto válido cada para se eleger. As informações são da Folha de S.Paulo.  

A eleição municipal contou com 106 chapas, das quais 68 foram agraciadas com recursos públicos, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A essas foram cedidos R$ 1.735.898, a maior parte proveniente do fundo eleitoral (92,23%), que colocou ao todo R$ 2,035 bilhões no pleito de 2020.

Mesmo com a vitória já garantida, os candidatos não pouparam verba pública em santinhos, adesivos, jingles e lives. Além de gastos no apoio às candidaturas a vereador de aliados e com assessorias jurídica e contábil.  

Entre os candidatos únicos, quem recebeu o maior repasse público foi a da prefeita Larissa Rocha (PSD), reeleita em Tenente Ananias, no Rio Grande do Norte, com R$ 100 mil cedidos pelo fundo eleitoral e totalmente gasto pela então candidata. 

A maior parte do valor (R$ 76,6 mil) foi destinada às redes sociais, com vídeos e lives superproduzidas em que minimizava o fato de apenas precisar de um voto e pedia o comparecimento da população às urnas. Ela teve como resultado 4.510 votos e terá cinco correligionários entre os sete vereadores.  

Aparece em segundo lugar o prefeito reeleito de Turi, em Pernambuco, Marcos Patriota (DEM), que teve o aporte público com R$ 90.040,10 recebidos do fundo partidário. Ele também concentrou sua campanha nas mídias sociais, onde destinou R$ 50 mil. 

Os candidatos agraciados com o aporte não precisavam necessariamente usar todo o montante recebido, pois o que não fosse gasto seria devolvido à União. 

Confira os 12 maiores repasses públicos às candidaturas únicas:

1. Larissa Rocha (PSD), Tenente Ananias (RN) - R$ 100.000

2. Marcos Patriota (DEM), Jupi (PE) - R$ 90.040

3. Professor Moises (PSD), Catanduvas (PR) - R$ 75.000

4. Matheus Martins (PSB), Terezinha (PE) - R$ 70.000

5. Kaylanne Olivera (MDB), Jurema (PI) - R$ 65.000

6. Domingos de João Nobre (DEM), Diogo de Vasconcelos (MG) - R$ 64.000

7. Toninho de Caridade (PSD), Caridade do Piauí (PI) - R$ 60.000

8. Ze Willian (PL), Panamá (GO) - R$ 60.000

9. Ailton Guimarães (Avante), Nova União (MG) - R$ 56.124

10. Edson Vilela (PSB), Carmo do Cajuru (MG) - R$ 50.000

11. Glairton Cunha (PP), Jaguaretama (CE) - R$ 50.000

12. Professor Volmar (PSL), Salgado Filho (PR) - R$ 50.000


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[Jornalista esportivo Mauro Cezar Pereira é contratado pela Jovem Pan]

No começo do ano, Mauro Cezar Pereira deixou a ESPN Brasil após 16 anos

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!