Centro de Convenções Salvador segue com atividades suspensas 

Previsão de reabertura é para o final de setembro; somente o Big Drive-in está em funcionamento 

[Centro de Convenções Salvador segue com atividades suspensas ]

FOTO: Fábio Marconi

O Centro de Convenções Salvador (CCS), administrado pela GL events, esclarece que suas atividades continuam temporariamente suspensas. Apenas o Big Drive-in está em operação, na área externa do CCS, enquanto os pavilhões seguem fechados e sem acesso do público. A previsão de retomada de parte das atividades é para o final de setembro, mas ainda sem data definida. Para o setor de eventos, a primeira etapa da liberação de pequenos eventos é um sinal positivo, mas ainda distante do que é possível realizar com segurança e do que o mercado precisa para se reerguer e gerar riquezas para a cidade. 

Com os mais rígidos protocolos para garantir a segurança de colaboradores e visitantes, o Centro de Convenções Salvador está preparado para receber feiras, congressos e eventos de entretenimento dimensionados e organizados para o atual momento. O acesso aos pavilhões internos e à área externa do CCS é controlado, sua estrutura é modulável e permite a criação de corredores e divisores de fluxo de público. Além disso, o prédio tem diversas entradas independentes, o que dá flexibilidade à operação.   

“O setor de eventos não oferece risco, pois segue os mais rígidos protocolos e tem o controle de cada passo do visitante dentro de seus espaços. É tão seguro quanto outros mercados que já foram liberados para retomar as atividades”, destaca Ludovic Moullin, diretor do CCS. 

O CCS voltará a funcionar cumprindo um rígido protocolo de segurança para preservar o bem estar de seus visitantes, colaboradores e promotores de eventos na realização de congressos, feiras, convenções e outras produções. Os protocolos seguem as determinações dos órgãos competentes e diretrizes nacionais do setor, além da experiência da GL events, que administra mais de 50 equipamentos em todo o mundo.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[Marca de cosméticos lança produtos inspirado em Anne Frank e web reage ]

Os internautas alegam que, apesar de inspiradora, a figura de Anne não deveria ser usada para potencializar as vendas de um produto de beleza

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!