Cirurgias veterinárias devem ser suspensas para reduzir uso de insumos

Conselho de Medicina Veterinária disse que serviços sem urgência podem ser reagendados

[Cirurgias veterinárias devem ser suspensas para reduzir uso de insumos]

FOTO: Divulgação | Agência Brasília

A realização de cirurgias eletivas nas clínicas de atendimento veterinário deve ser suspensa pelo Brasil como forma de reduzir o uso de insumos, como medicamentos e oxigênio.

A proposta se dá por causa do crescimento na ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) devido à covid-19. Desde o início da pandemia, o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) disse que tem contribuído para o empréstimo de medicamentos e equipamentos compatíveis com o uso humano, como ventiladores mecânicos.

Em nota, o Conselho afirmou que também tem recomendado que os serviços que não sejam de urgência sejam reprogramados a fim de evitar a propagação da doença.

“Nesse contexto, o CFMV recomendou, em nota divulgada em março do ano passado, que os serviços que não fossem de urgência e emergência deveriam ser reprogramados, afastando a exposição desnecessária em momentos críticos de propagação do novo coronavírus, orientando, inclusive, que os tutores evitassem visitar os animais internados”, cita a entidade em um trecho da nota.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[“Gordinha” de Eliana Kertész recepciona passageiros no Aeroporto de Salvador ]

Inspirada na escultura de "Salomé”, peça celebra os vinte anos da obra original 

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!