COV não deve enviar  atletas para a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio

O esperado agora é que a cerimônia haja um menor público

[COV não deve enviar  atletas para a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio ]

FOTO: Reprodução


O Comitê Olímpico do Brasil (COB) não deve enviar  atletas para a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio , marcada para o dia 23 de julho. Eles afirmam que a cerimônia seria uma forma de colocá-los sob risco desnecessário em uma competição na qual o maior medo é testar positivo para covid e ser barrado do evento para o qual treinaram por cinco anos.

Os atletas precisam se reunir na Vila Olímpica, ir de ônibus até o Estádio Olímpico e, lá, esperar por horas do lado de fora, junto a milhares de esportistas de outros países. O Brasil Estados Unidos e Canadá, por exemplo, são alguns dos países que avisaram que, independentemente do que for decidido, não vai levar delegação. 

O esperado agora é que a cerimônia haja um menor público, com a participação de apenas um grupo mínimo de representantes por país.


 


Comentários

Relacionadas

Veja Também

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!