Crise no Varejo: Poder de decisão nas mãos mudou relação de compra e venda dos clientes

Para especialista, é preciso resinificar experiências e emoções no processo de venda

[Crise no Varejo: Poder de decisão nas mãos mudou relação de compra e venda dos clientes]

Não de pode mais ignorar que a possibilidade de pesquisar a reputação dos produtos e mensurar a experiência de compra do cliente foi alterada pela interação com os meios digitais. Com o poder de decidir nas mãos, pesquisar rapidamente em diversos sites e ainda, se amparar na opinião de compra de outras pessoas, tornaram os clientes mais exigentes.

Nesse sentido, não se pode ignorar que a decisão final de aquisição do produto não se dê apenas pelo valor agregado oferecido. A experiência do cliente nesse processo se torna fator fundamental para quem não quer perder clientes e vendas.

“O cliente está cada vez mais exigente. Se a experiência de compra oferecida presencialmente ele compra pela internet. As lojas perdem sentido de existir quando não correspondem às expectativas do cliente”, explica o professor e especialista em inovação e criatividade, Marcelo Pimenta.

Para ele, que viaja o mundo propondo e refletindo o papel da inovação e criatividade na elaboração de projetos e processos, liderança de equipes e criação de produtos, o novo comportamento de consumo muda o modus operandi do processo de compra, em todas as suas esferas.

“É preciso colocar o elemento experiência do cliente no eixo central dos negócios. Somente se atentando aos pontos de interação com o consumidor, é possível avaliar sua percepção com o produto ou serviço. Se você não oferece o suporte que ele precisa, certamente ele vai buscar outro que o atenta”, enfatiza.

Experiência e Emoção - Pautados nessa preocupação, empresários de todos os ramos têm se atentado a essa questão. É o caso de um grupo de empresários de shoppings de Recife e região, que resolveram se preparar para os novos paradigmas no processo de compra e venda.

Promovida pela Associação Brasileira dos Shoppings Centers, uma palestra-treinamento será desenvolvida para 12 empreendimentos locais, das cidades de Recife, Petrolina, Cabo de Santo Agostinho, Caruaru, Jaboatão dos Guararapes, Igarassu e Olinda, no próximo dia 5 de março.

Marcelo Pimenta encara a crise dos últimos tempos, que fecha anualmente milhares de lojas, algo que precisa ser enfrentado com criatividade e conexão pelos donos de negócios, bem como suas equipes, e jamais deve ser ignorada.

“A experiência do cliente não precisa custar caro. Às vezes pequenos gestos no comportamento de venda conectam as pessoas. É preciso criar experiências únicas. Experiências vendem e emoções encantam”, explica.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[Ex-primeira dama do Brasil vive affair com advogado que tenta ajudá-la a receber pensões atrasadas]

Por mês, a ex-primeira-dama deveria receber o valor aproximado de R$ 31 mil, referente à pensão alimentícia.

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!