Cronograma de entregas de Sputnik V ainda é duvida e o trâmite completo pode chegar a 30 dias

Os estados já solicitaram dados ao Fundo Russo e estão com a lista de documentação exigida pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde

[Cronograma de entregas de Sputnik V ainda é duvida e o trâmite completo pode chegar a 30 dias]

FOTO: Reprodução/Agência Brasil

Com a importação excepcional autorizada, com restrições, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), não há definição sobre a chegada da vacina Sputnik V no Brasil e governadores terão que reestabelecer a compra com o Fundo Russo. 

Nesta terça-feira (8), está previsto uma nova reunião de representantes do Consórcio Nordeste com os fabricantes da Sputnik V para definir a entrega.

Os secretários estaduais de saúde participaram na segunda-feira, de uma reunião com diretores da Anvisa para sanar dúvidas sobre o processo de importação da Sputnik V, que exige a assinatura de um termo de compromisso. O trâmite completo pode chegar à 30 dias.

É esperado que até a semana que vem, os estados assinem o termo exigido pela Anvisa para dar continuidade ao trâmite de importação para a vacinação. O processo pode demorar devido alguns detalhes de acompanhamento da imunização que foi definido pela Anvisa.

A expectativa e positiva por conta do trabalho em conjunto que a Anvisa faz para com os estados para facilitar o processo. Os estados já solicitaram dados ao Fundo Russo e estão com a lista de documentação exigida pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INQCS).


Comentários

Relacionadas

Veja Também

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!