Estudo britânico sugere que infecção por Covid-19 garante imunidade por 5 meses

Resultados ainda não passaram por revisão da comunidade cientifica

[Estudo britânico sugere que infecção por Covid-19 garante imunidade por 5 meses]

FOTO: Reprodução/O Tempo

Pessoas que foram infectadas pelo coronavírus podem ter imunidade ao vírus por cerca de cinco meses, de acordo com descobertas preliminares em um novo estudo liderado pela Public Health England (PHE), agência do governo britânico. A pesquisa examinou o impacto da infecção em mais de 20 mil trabalhadores de saúde voluntários de todo o Reino Unido e uma versão que ainda não passou pela revisão de outros pesquisadores, encontrou apenas 44 casos entre 6.614 pessoas. Dois grupos de pessoas, um sem evidência de infecção anterior e o outro com evidência de infecção anterior, foram acompanhados por até seis meses.  

O estudo concluiu que a infecção anterior reduz as chances de contrair o vírus novamente em 83% por pelo menos cinco meses. O público-alvo do estudo foi testado regularmente para Covid-19. “Cerca de 6.000 dos profissionais de saúde eram pessoas com evidências de infecção por SARS-CoV-2... e cerca de 14.000 dos profissionais de saúde eram pessoas que não tinham evidências de infecção anterior”, afirmou Tom Wingfield, conferencista clínico sênior na Liverpool School of Tropical Medicine, ao Science Media Center do Reino Unido.

Porém, os pesquisadores alertaram que a proteção não era total e que não estava claro por quanto tempo dura a imunidade. Também é possível que aqueles que têm um certo grau de imunidade contra o vírus ainda possam transmiti-lo a outras pessoas. "Agora sabemos que a maioria das pessoas que tiveram o vírus e desenvolveram anticorpos estão protegidas contra reinfecção, mas isso não é total e ainda não sabemos quanto tempo dura a proteção", disse Susan Hopkins, consultora médica sênior da PHE e co-líder do estudo. 


Comentários

Relacionadas

Veja Também

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!