Flávio Dino corta R$ 100 mi da Educação no Maranhão, diz César Pires (PV)

Deputado estadual divulgou documentos oficiais do governo onde relata que verba foi desviada para obras

[Flávio Dino corta R$ 100 mi da Educação no Maranhão, diz César Pires (PV)]

FOTO: Agência Brasil

De acordo com documentos oficiais do Governo do Estado do Maranhão, tornados públicos pelo deputado estadual César Pires (PV), o governador do Maranhão, Flávio Dino, ordenou o corte de cerca de R$ 100 milhões de reais da educação no estado. 

Os recursos, que serão utilizados para “obras”, foram retirados de instituições que promovem o Ensino Superior no Estado.

Segundo César Pires, “primeiro foram retirados cerca de R$ 30 milhões da Uema e da UemaSul, em maio. Agora, no dia 2 de junho, foram mais R$ 74 milhões transferidos do orçamento da Uema para a Sinfra (Secretaria de Infraestrutura). Ou a universidade tinha dinheiro em excesso e não está sabendo aplicar seus recursos, ou o governador não dá a menor importância à qualidade do ensino superior no Maranhão”.

Os saques começaram com os decretos 36.708, publicado no dia 12 de maio, que retirou R$ 2 milhões da UemaSul para a Secretaria de Infraestrutura (Sinfra), e 36.757, publicado no dia 25 do mesmo mês, que retirou outros R$ 27.579.727,00 das duas universidades: R$ 13.829.727,00 da Uema e R$ 13.750.000,00 da UemaSul, também para aumentar o orçamento da Sinfra.

Pelo Decreto 36.772, publicado no Diário Oficial do Estado do dia 2 de junho, o governador determinou que fossem retirados R$ 74.373.793,00 do orçamento da Uema. Os recursos retirados da educação agora serão usados em ações da Sinfra para “melhoramento de logradouros públicos, pavimentação de vias urbanas e rodovias”.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!