Governo envia missões ao exterior para atrair fundos que financiem o PAC

Governo Lula busca convencer os fundos soberanos, geridos por diversos governos, a financiar projetos nacionais

[Governo envia missões ao exterior para atrair fundos que financiem o PAC]

FOTO: Divulgação

Com recursos limitados e o compromisso de atingir um déficit zero nas contas públicas em 2024, o governo Lula busca convencer os fundos soberanos, geridos por diversos governos, a financiar projetos do novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e de transição energética.

Com o intuito de obter parte dos aproximadamente US$ 11,2 trilhões (R$ 55,5 trilhões) sob posse dessas entidades estrangeiras, equipes de técnicos brasileiros estão se preparando para realizar abordagens diretas com esses investidores no exterior.

A procura por financiamento terá início em março na Espanha. Em maio, uma delegação viajará para os Estados Unidos e, em junho, para a França. No segundo semestre, estão programadas visitas à Arábia Saudita, Cingapura e China. Também estão previstos encontros com investidores privados durante essa campanha de divulgação.


Comentários