João de Deus é condenado a mais 44 anos de prisão por crimes de estupro

Outros quatro estupros foram contabilizados na pena do então médium

[João de Deus é condenado a mais 44 anos de prisão por crimes de estupro]

FOTO: Reprodução

João de Deus, conhecido como médium na Casa de Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia (GO), foi condenado a mais 44 anos e seis meses de prisão, em regime fechado, por quatro crimes de estupro. A sentença foi publicada nesta quinta-feira (25) pelo Tribunal de Justiça de Goiás. 

Os casos de estupro ocorreram entre 2009 e 2018, quando João de Deus foi denunciado em cinco casos. No entanto, ele foi absolvido, por falta de provas suficientes. O então médium poderá recorrer da sentença. Atualmente, ele cumpre prisão domiciliar.

João de Deus sempre negou as acusações pelos crimes sexuais. A defesa ainda não foi intimada.


Comentários