Na volta da torcida, Bahia pressiona, mas empata sem gols com Palmeiras

Tricolor cria boas chances na segunda etapa, mas não consegue tirar o zero do placar

[Na volta da torcida, Bahia pressiona, mas empata sem gols com Palmeiras]

FOTO: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia

Na volta da torcida na Fonte Nova, o Bahia empatou sem gols com o Palmeiras, em confronto disputado na noite desta terça-feira (12), válido pela 26ª rodada do Brasileirão. Com resultado, Tricolor segue na zona de rebaixamento, na 17ª posição, com 27 pontos, enquanto o Alviverde cai para 4ª posição, com 40 pontos.

Foi uma primeira etapa em que o Bahia foi levemente superior, mas pouca coisa. O Tricolor foi quem mais buscou o campo de ataque, mas erros de passes e jogadas mal trabalhadas não ajudaram na proposta do time de ir para o intervalo com pelo menos uma vantagem parcial. O Palmeiras, por outro lado, focou em pressionar bastante a saída de bola do Bahia e explorava os erros do Tricolor para sair no contra-ataque, mas não teve muito sucesso nas tratativas.

Chances claras de gol foram raras de acontecer. Os times estiveram bem fechados ao longo dos 45 minutos iniciais, o que tornou a partida por momentos monótona. E esse cenário prosseguiu até o apito final do árbitro.

A única boa e grande chance do jogo veio acontecer aos 37 minutos, quando Luiz Otávio saiu jogando errado na defesa, o Palmeiras recuperou a bola e ficou nos pés de Luiz Adriano, que da entrada da área soltou um chutaço rasteiro, mas parou na defesaça de Danilo Fernandes, que se esticou todo para jogar para escanteio a chance dos paulistas abrirem o placar.

No retorno para a segunda etapa, o Bahia desde o começo já demonstrou que seria mais eficiente e organizado nas subidas ao ataque, já que precisava do resultado para deixar a zona de rebaixamento.

A primeira grande chance da partida na segunda etapa aconteceu aos 13 minutos. Após contra-ataque em velocidade, Juninho cruzou a bola para dentro da área e chegou aos pés de Gilberto, que soltou uma bomba para o gol e parou na linda defesa de Jaílson, salvando o Palmeiras de sofrer o gol.

Aos 16 minutos, o Bahia teve outra grande oportunidade de abrir o placar. Após a zaga do Palmeiras sair jogando errado, Juninho Capixaba ficou com a bola e passou para Daniel, que da entrada da área soltou um foguete e parou em outra bela defesa de Jaílson.

Jaílson realmente queria ser a pedra no sapato do Bahia no jogo. Aos 26 minutos, o Tricolor teve outra ótima chance de abrir o placar, em chute de Mugni dentro da área, que desviou na zaga e parou na defesaça do goleiro alviverde. Incrível.

A situação do Bahia ficou mais favorável a partir dos 39 minutos, quando Wesley foi expulso após acertar com o pé o peito de Renan Guedes, em disputa de bola.

Nos minutos finais, o Bahia partiu para o tudo ou nada, aproveitando que estava com um homem a mais na partida.

Aos 44 minutos, quase o Tricolor abria o placar após cruzamento de Nino Paraíba, que passou na frente de toda zaga do Palmeiras, e Rony desviou com muito perigo pela linha de fundo.

Apesar de uma intensa pressão nos minutos finais, que incluíram chuveirinhos para dentro da área, o Bahia não conseguiu mexer no placar, e teve que se contentar com empate sem gols no fim do jogo.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!