Polícia conclui que esposa participou da morte do filho de ex-prefeito de São Felipe e pede prisão

Caso aconteceu em 2017

[Polícia conclui que esposa participou da morte do filho de ex-prefeito de São Felipe e pede prisão]

FOTO: Reprodução

A Polícia Civil concluiu nesta quinta-feira (8), o inquérito referente ao assassinato de Elpídio Joaquim da Hora Neto, filho do ex-prefeito de São Felipe, Rozálio Souza da Hora, ocorrido em 2017, e a esposa dele, identificada como Luciana Oliveira Sales, foi apontada como participante do homicídio. Na ocasião, o delegado Adeilton Raimundo Pereira, responsável pela investigação, indiciou a mulher e solicitou a prisão preventiva dela à Vara Criminal de São Felipe. O laudo pericial, que foi crucial para a conclusão do procedimento, foi anexado nesta quinta ao processo. O texto aponta que os argumentos utilizados por Luciana são controversos.

 A mulher afirmou à polícia que a casa havia sido invadida e o marido levado para a área externa. Ela, no entanto, teria tido as mãos e pés amarrados e ficou trancada no banheiro. Em depoimento, Luciana disse que conseguiu abrir o basculante e pediu socorro à polícia. Contudo, segundo o laudo pericial assinado por Lino José Pessoa de Oliveira, “seria necessária uma força considerável para provocar o movimento bascular da janela”, o que, “com as mãos e pés amarrados, mesmo se fosse com a boca, seria impossível”.

Após a conclusão da perícia e do inquérito, a autoridade policial solicitou à Justiça o indiciamento de Luciana Oliveira Sales pelo homicídio. Para o delegado, a liberdade da mulher coloca em risco a investigação criminal e a produção de outras provas.
 


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[“Gordinha” de Eliana Kertész recepciona passageiros no Aeroporto de Salvador ]

Inspirada na escultura de "Salomé”, peça celebra os vinte anos da obra original 

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!