Presidente do Conselho de Ética do Senado diz que Chico Rodrigues ainda pode ser cassado

Senador foi flagrado com R$ 33 mil na cueca

[Presidente do Conselho de Ética do Senado diz que Chico Rodrigues ainda pode ser cassado]

FOTO: Agência Senado

O presidente do Conselho de Ética do Senado, Jayme Campos (DEM-MT),  disse nesta terça-feira (20), que  o processo de cassação do senador Chico Rodrigues (DEM-RR) continuará a tramitar normalmente durante a licença não remunerada de 90 dias solicitada pelo parlamentar. Na semana passada, o senador foi flagrado com R$ 33 mil na cueca. O dinheiro foi encontrado durante uma operação que cumpriu mandados de busca e apreensão na casa do parlamentar.

De acordo com Campos, o Senado "não vai ser omisso" em relação ao caso envolvendo um de seus correligionários, flagrado com dinheiro vivo na cueca na semana passada. “Claro que pode [ser cassado]. Ele não está afastado. Ele está licenciado. É bom que se esclareça. Mesmo licenciado. Claro, dando a ele o direito de ampla defesa. Nós não podemos em hipótese alguma deixar de cumprir aquilo que está estabelecido dentro da própria Constituição, seja ele qual for o senador da denúncia”, disse Campos.

Ainda segundo o presidente do colegiado, o pedido de afastamento feito por Rodrigues "não interfere coisíssima nenhuma" no Conselho de Ética e uma coisa "não tem nada a ver com a outra".

Na semana passada, a ação contra o senador democrata foi apresentada pelos partidos Rede e Cidadania e encaminhada para a análise jurídica do Conselho de Ética, assim como outros 10 processos que estão parados há meses. Até o momento, não há previsão para o início da análise dos parlamentar porque os trabalhos do conselho estão suspensos devido a pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. 
 


Comentários

Relacionadas

Veja Também

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!