/

Home

/

Notícias

/

Notas do Carvalho

/

Quem acha que o crime não compensa?

Notícias
Notas do Carvalho

Quem acha que o crime não compensa?

Por Da Redação
Quem acha que o crime não compensa?
Foto: Reprodução

Afastadas das funções oficiais após serem acusadas de integrar esquema de venda de sentenças no Estado pela quase falecida e na boca de ser ressuscitada - Oi? Its real?- Operação Faroeste, as dignissimas senhoras seguem recebendo normalmente seus vencimentos.

Apenas nesses meses de 2023 já foram mais de R$ 126 mil em salário.

Maria da Graça Osório Pimentel Leal, Ilona Márcia Reis, Lígia Maria Ramos Cunha Lima e Maria do Socorro Barreto Santiago embolsaram R$ 60.432,90 em janeiro, R$ 33.262, 39 em fevereiro e março, e R$ 35.310,56 em abril.  Já a desembargadora Sandra Inês Rusciolelli Azevedo, recebeu do TJ-BA de janeiro a abril R$ 129,213. Os dados são da Transparência do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e deixam qualquer cidadão que cumpre seus compromissos em dia, não faz nada errado no trabalho - que na maioria das vezes não tem o compromisso moral e ético que um "desembargador" deve ter - completamente desacreditado de que no Brasil a justiça seja somente cega: aqui é surda, muda, demente e sofre de Alzheimer também!

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie:redacao@fbcomunicacao.com.br

Faça seu comentário
Eu li e aceito osPolítica de Privacidade.
© 2018 NVGO
redacao@fbcomunicacao.com.br
(71) 3042-8626/9908-5073
Rua Doutor José Peroba, 251, Civil Empresarial, 11º andar, Sala 1.102