Sandero 2022 recebe só duas estrelas em teste de colisão: veja

Compacto não tem proteção adequada para adultos, diz EURO NCAP

Ainda não lançado no Brasil, o Dacia Sandero (comercializado aqui com a bandeira Renault) passou pelo teste do EuroNCAP, maior órgão avaliador de segurança veicular e o resultado não foi satisfatório.

O novo Sandero é produzido sobre a plataforma CMF-B, a mesma usada em modelos mais caros da Renault. No entanto ao não oferecer os mesmos itens de segurança que equipam outros modelos da marca francesa o Dacia Sandero não teve desempenho na avaliação do órgão independente.

Um dos itens avaliados é o sistema de frenagem de emergência, que o Sandero tem, porém não identifica pedestres e ciclistas, item já requisitado no mercado europeu considerado bastante avançado no quesito segurança. airbags são obrigatórios na Europa há mais de 20 anos bem como itens como freios antitravamento e controles de tração e estabilidade. 

No quesito impacto o novo Sandero atingiu 70% para proteção dos adultos. Já na proteção infantil o resultado foi de 72%. Na Europa a Dacia afirmou que a segurança dos consumidores é prioridade. 

A Renault anunciou recentemente um investimento de R$ 1,1 bilhão na renovação de seu portfólio de produtos. Porém nada confirmado para o Sandero ou Logan que mudaram em 2019 mas vem perdendo desempenho nas vendas diante dos competidores compactos.

 


Comentários

Relacionadas

Veja Também

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!