Setor de serviços avança 1,1% em julho e atinge o maior nível em cinco anos

Com o resultado, volume de serviços prestados no país superou em 3,9%

[Setor de serviços avança 1,1% em julho  e atinge o maior nível em cinco anos ]

FOTO: Getty Images

Dados da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira (14), apontam que o volume de serviços prestados no Brasil cresceu 1,1% em julho ante o mês anterior, na quarta taxa positiva seguida, acumulando no período ganho de 5,8%. Com esse resultado, o setor está 3,9% acima do nível pré-pandemia, em fevereiro de 2020, e também alcança o patamar mais elevado desde março de 2016. 

Em relação a julho de 2020, o volume de serviços avançou 17,8%, no quinto mês seguido de alta nessa base de comparação. No acumulado do ano, o setor cresceu 10,7% frente a igual período do ano anterior. Em 12 meses, o avanço é de 2,9%. De acordo com o IBGE, o resultado do setor em julho foi puxado por apenas duas das cinco atividades, em especial, pelos serviços prestados às famílias (3,8%), que acumulam ganho de 38,4% entre abril e julho. 

A atividade de serviços profissionais, administrativos e complementares avançou 0,6%, com crescimento de 4,3% em três meses. “Essas atividades são justamente aquelas que mais perderam nos meses mais agudos da pandemia. São as atividades com serviços de caráter presencial que vêm, paulatinamente, com a flexibilização e o avanço da vacinação, tentando recuperar a perda ocasionada entre março e maio do ano passado”, explica o analista da pesquisa, Rodrigo Lobo.

Entre os serviços prestados às famílias, o destaque foi o desempenho dos segmentos de hotéis, restaurantes, serviços de buffet e parques temáticos, que costumam crescer em julho devido às férias escolares. Mas, apesar do avanço, o segmento ainda está 23,2% abaixo do patamar de fevereiro de 2020. A outras três atividades pesquisadas tiveram resultado negativo no mês: serviços de informação e comunicação (-0,4%), transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (-0,2%) e outros serviços (-0,5%).
 


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[Rionegro e Solimões entram em estúdio para gravação de projeto inédito]

Contando com a produção musical de Junior Melo, a dupla inicia escolha de repertório de novo DVD

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!