Trump define igrejas e templos religiosos como atividades essenciais durante pandemia

O presidente americano também defendeu a reabertura dos locais

[Trump define igrejas e templos religiosos como atividades essenciais durante pandemia]

FOTO: Divulgação | The White House | Flickr

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta sexta-feira (22), que irá definir as igrejas e templos religiosos como atividades essenciais durante o período de pandemia e solicitou a reabertura desses locais. Em outros locais do país, os templos religiosos foram fechados para evitar a proliferação do novo coronavírus.

Em declaração, Trump afirmou que os governadores que não aceitarem a determinação, terão que contestá-los. "Se eles tiverem algum questionamento, terão de me ligar. Mas não serão bem sucedidos nessa ligação", afirmou.

Trump também declarou que não irá "fechar" o país caso surja uma segunda onda de manifestação da doença. "Vamos apagar os incêndios. Nós não vamos fechar o país", declarou o presidente.

Atualmente, os Estados Unidos são o país mais afetado pela pandemia do novo coronavírus, com mais de 1,5 milhões de casos confirmados e mais de 94 mil mortes por causa da doença, segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[Corrente do bem: Nike Inc. anuncia doação de US$40 milhões em apoio à comunidade negra]

O dinheiro será destinado a diversas organizações que promovem a justiça social, trabalham contra a desigualdade racial

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!