Vitória pressiona no segundo tempo, mas perde para Botafogo-SP e chega a sete partidas sem vencer

Resultado negativo faz Rubro-Negro se aproximar da zona de rebaixamento

[Vitória pressiona no segundo tempo, mas perde para Botafogo-SP e chega a sete partidas sem vencer]

FOTO: Reprodução

O jejum segue. O Vitória foi derrotado pelo Botafogo-SP por 2 a 1, em confronto disputado na noite deste domingo (25), no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, válido pela 18ª rodada da Série B. Com resultado, Rubro-Negro chega a sete partidas sem vencer, e cai para 14ª colocação, com 20 pontos somados e se aproxima da zona de rebaixamento, enquanto o time paulista segue na vice-lanterna, com 17 pontos.

O jogo mal havia começado, as equipes ainda não se aqueceram direito na partida e o Botafogo já abriu o placar logo cedo.

Antes de um minuto de jogo, após jogada pela lateral do campo, a bola foi cruzada na área do Vitória, que mal posicionada, deixou o atacante Judivan sozinho, que só desviou para o fundo das redes de Ronaldo.

O Leão tentou reagir rapidamente e respondeu aos quatro minutos, após cobrança de falta para área do Botafogo, a bola foi mal afastada e Gerson Magrão chegou chutando da entrada da área, mas a bola saiu pela linha de fundo.

O Botafogo teve uma ótima oportunidade para construir um bom resultado antes da metade do jogo. Aos 10 minutos, após cobrança de lateral, Ronald ficou com a bola, entrou dentro da área e, bateu colocado, tirando de Ronaldo, só que a bola passou raspando a trave e foi para fora.

Pelo que foi apresentado na primeira etapa, foi merecido o resultado do Botafogo. A equipe esteve bem postada no campo defensivo, com velocidade, soube aproveitar bem os contra-ataques que teve e foi eficiente em controlar o resultado, mas não só administrar a vantagem e seguir na tentativa de ampliar o marcador. Já o Vitória encontrou dificuldade na construção das jogadas, principalmente pelas laterais, o time também ficou muito imóvel diante da boa marcação dos donos da casa.

A segunda etapa começou com poucas chances das duas equipes, mas foi o Vitória quem teve a melhor oportunidade.

Aos oito minutos, Lucas Cândido fez bom cruzamento do lado esquerdo e Júnior Viçosa, livre de marcação, cabeceou a bola próximo ao gol do Botafogo, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Como estava complicado chegar próximo ao gol do Botafogo, o Vitória resolveu usar o recurso de finalização de fora da área. Foi assim que aos 14 minutos, Vico arriscou e o goleiro Darley espalmou para o lado.

Arriscar de fora da área foi um bom recurso que o Vitória adotou na segunda etapa. Aos 18 minutos, com liberdade, João Victor soltou uma bomba e a bola passou muito perto da trave, mas novamente, foi para fora.

O Botafogo, que ainda não havia chegado com perigo ao gol de Ronaldo, resolveu mudar esse aspecto aos 23 minutos. Ronald engatou bom contra-ataque em velocidade e deu bom passe para Valdemir, que de fora da área chutou rasteiro e Ronaldo precisou se esticar bastante para jogar para escanteio.

Os donos da casa não faziam uma partida ruim na segunda etapa, apesar das poucas chances criadas, era sempre uma equipe perigosa quando subia ao ataque, e, ao contrário do Vitória, eram eficientes nas finalizações que tinham.

Aos 24 minutos, Ferreira recebeu passe de fora da área e soltou um chutaço, bonito, no ângulo do goleiro Ronaldo, para marcar um golaço e deixar encaminhado o triunfo do time de Ribeirão Preto no confronto.

O Botafogo não se conformou com resultado e quis logo encaminhar uma goleada. Teve a chance aos 28 minutos, quando Luketa recebeu grande passe em profundidade e chutou cruzado do gol de Ronaldo.

Vico tentou diminuir o prejuízo do Vitória aos 38 minutos, em mais uma finalização de fora da área, mas a bola subiu muito e saiu por cima do travessão do Botafogo.

Chegando com perigo nos últimos minutos de jogo, o Vitória conseguiu diminuir o placar aos 40 minutos, quando após lançamento do campo de defesa, Vico ganhou a jogada pela lateral, avançou para área, deu bom passe para Léo, que cruzou de primeira para Caicedo só empurrar para o gol, e fazer o primeiro do Leão na partida.

Se faltava técnica, o Vitória foi na raça em busca do empate. Esteve perto de conseguir aos 44 minutos, quando após confusão dentro da área do Botafogo, a bola sobrou para Caicedo chutar forte, mas em cima do goleiro Darley, que espalmou e a zaga do Botafogo jogou para escanteio.

Tentando matar o jogo antes que o Vitória pudesse ter outra chance de empatar a partida, o Botafogo esteve próximo de marcar o terceiro aos 45, em novo contra-ataque em velocidade e, após cruzamento para área, Luketa, sozinho dentro da área, cabeceou no travessão do gol de Ronaldo, e o goleiro ainda precisou afastar o perigo.

Análise do Vitória na partida

O Leão é um time sem padrão, oscilante e por muitas vezes, frágil defensivamente, especialmente pelas laterais, um problema constante e cada vez mais determinante para os resultados negativos. 

Após uma primeira etapa totalmente apática e facilmente dominada pelo Botafogo, o Vitória até teve um pequeno crescimento de produção de jogo, mas apesar da pressão, pecou nos arremates para o gol, além de ser lento nas recomposições defensivas, o que diante de um time como o Botafogo, que tem pontas de velocidade, costuma ser um erro fatal.

Inaceitável a postura que o Vitória teve nesta noite. O Botafogo, vice-lanterna da competição, um dos piores mandantes da segunda divisão, ainda tinha o pior ataque da competição, conseguiu marcar dois gols no Vitória e deixou o posto. A zona de rebaixamento está mais perto do que nunca, o time precisa reagir o quanto antes.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[Rionegro e Solimões entram em estúdio para gravação de projeto inédito]

Contando com a produção musical de Junior Melo, a dupla inicia escolha de repertório de novo DVD

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!