Patrícia Salles

Qual seria a dieta ideal para uma grávida? 

Pesquisadores da Queen Mary Universidade de Londres e da Universidade de Warwick, no Reino Unido, prescreveram uma dieta no estilo mediterrâneo para um grupo de 593 grávidas com obesidade. 

O cardápio incluía pescados, carnes e queijos magros, frutas, muitos legumes, além de 30 gramas de castanhas, nozes e outras oleaginosas por dia e o uso de azeite de oliva como principais fontes de gordura. 

Outro grupo, formado por 612 gestantes que também tinham obesidade, recebeu a orientação nutricional padrão de apenas comer um pouco de tudo, evitar guloseimas e afins. 

O artigo, que acaba de sair na PLOS Medicine, aponta que, comparando os dois grupos, as mamães que seguiram a dieta mediterrânea engordaram menos 1,250 quilo, em média, e apresentaram uma redução de risco para diabetes gestacional de 35%. 

Segundo os autores, esse é o primeiro estudo demonstrando que mulheres com risco de complicações na gestação por causa da obesidade poderiam se beneficiar do cardápio mediterrâneo.

Então gravidinhas, vamos incluir na alimentação do dia a dia: pescados, carnes e queijos magros, frutas, muitos legumes, castanhas, nozes e outras oleaginosas por dia e o azeite de oliva como principais fontes de gordura.

Essa é a Dieta Mediterrânea, uma dieta saudável, que pode e deve ser seguidas por todos, não apenas pelas grávidas!

 

Patrícia Salles é médica endocrinologista

Foto:Umbe Ber por Pixabay 


Comentários

Veja Também

[Inspirada nos signos do zodíaco, Marni lança nova coleção de artigos para a casa]

Como parte de seus esforços para preservar as tradições artesanais, a Marni desenvolveu os novos produtos em parceria com um grupo de artesãos colombianos

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!