99 recebe dois novos algoritmos para proteger passageiras em corridas de "risco"

Tecnologias permitem mapear passageiras que passam por situação de vulnerabilidade

[99 recebe dois novos algoritmos para proteger passageiras em corridas de

FOTO: Divulgação/99

A 99 anunciou nesta terça-feira (4), o lançamento de dois novos algoritmos que devem aumentar a segurança de passageiras mulheres em corridas no app. Segundo a empresa, as tecnologias serão capazes de identificar quando uma usuária solicitar uma corrida em um lugar ou situação de vulnerabilidade, escolher uma motorista mulher para atendê-la e reconhecer denúncias de assédio após a viagem. 

Os dois algoritmos, chamados de Pítia e Atena, trabalham para mapear corridas solicitadas por mulheres em situações consideradas de maior vulnerabilidade, como em viagens à noite, trajetos mais lindos, chamadas feitas por terceiros ou que se iniciam em regiões com bares e casas noturnas. De acordo com a empresa, todo o processo é feito em milésimos de segundo.

Os motoristas do aplicativo também são analisados pela tecnologia antes de serem enviados para as corridas. Quando uma mulher solicita uma viagem nas condições de vulnerabilidade, o app examina os motoristas das redondezas e pontua esses profissionais com base no gênero, na nota na plataforma e na quantidade de reclamações recebidas. Um dos algoritmos envia para essas passageiras somente motoristas mulheres ou condutores com melhor qualidade de atendimento.

A 99 diz que realizou testes com esses dois algoritmos durante quatro meses, antes do lançamento oficial. Os resultados mostraram que Pítia diminuiu em 45% o número de ocorrências sexuais contra passageiras, enquanto Atena reduziu os casos em 17% em apenas uma semana.

Um terceiro algoritmo lançado anteriormente pela plataforma é destinado a manter a segurança das mulheres depois das corridas. Chamada de Ártemis, a tecnologia funciona como um rastreador, identificando automaticamente denúncias de assédio feitas após as corridas nos comentários do app, banindo agressores e orientando as vítimas a procurarem atendimento humano.

 


Comentários

Relacionadas

Veja Também

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!