CNM: 94% das cidades brasileiras apontaram crescimento de síndrome gripal

Apesar dos casos de Influenza, foi a nova variante Ômicron que mais afetou os municípios

[CNM: 94% das cidades brasileiras apontaram crescimento de síndrome gripal ]

FOTO: Elói Correa/GOVBA

Uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) sinaliza que 93,9% das cidades brasileira registraram alta da síndrome gripal nas últimas semanas. Os dados foram compilados entre 10 e 13 de janeiro, a partir de informações de 1,8 mil prefeituras.

Apesar do grande surto da Influenza H3N2, foi a nova variante do coronavírus que mais afetou as cidades brasileiras. A pesquisa apontou que 83% dos municípios garantem que as contaminações pelo coronavírus cresceram nas últimas três semanas. 

Sobre os casos de gripe, 61% afirmou que os contágios aumentaram. Já 28% disseram que não.

A pesquisa também mostra que o aumento das notificações por Covid-19 já impacta na rede de saúde. Uma em cada cinco cidades do país já registram estoque baixo de testes rápidos para detectar a doença. O mesmo também já acontece com os medicamentos usados para combater a gripe H3N2.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!