Com voucher de R$ 1 mil para caminhoneiros, PEC dos Combustíveis pode custar R$ 58,2 bi

Cálculo foi feito pela gestora Ryo Asset

[Com voucher de R$ 1 mil para caminhoneiros, PEC dos Combustíveis pode custar R$ 58,2 bi ]

FOTO: Agência Brasil

Um levantamento feito pela gestora Ryo Asset mostra que, caso o voucher para os caminhoneiros fique em R$ 1 mil, o custo da  Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Combustíveis pode chegar a R$ 58,2 bilhões. 

Para chegar ao resultado, a gestora calculou os valores com base nos três pilares centrais da PEC: o voucher caminhoneiro, a compensação aos estados que isentarem o ICMS sobre combustíveis; e a isenção dos tributos federais sobre gasolina e etanol.

A compensação aos estados deve custar R$ 29,6 bilhões e a isenção dos tributos federais representa mais R$ 20 bilhões, segundo estimativas anteriormente divulgadas por integrantes do governo. Já o custo do voucher pode variar de acordo com o valor do benefício, que ainda é incerto.

Se o valor ficar em R$ 400 e 750 mil caminhoneiros forem contemplados, o gasto com o voucher seria de R$ 3,39 bilhões. Já se o benefício subisse para R$ 1 mil e 900 mil caminhoneiros recebessem o auxílio, o gasto do governo subiria para R$ 6,99 bilhões.

O mercado financeiro reagiu negativamente à PEC. Logo depois que as notícias sobre elevação do voucher para R$ 1 mil foram divulgadas, depois do fechamento do pregão, o dólar futuro chegou a ampliar sua alta e subiu mais 1,26%, batendo os R$ 5,21.
 


Comentários

Relacionadas

Veja Também

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!