Dólar avança 0,13% após dados de emprego nos EUA

Ibovespa avançava 0,47%, aos 106.389 pontos, descolado das bolsas do exterior

[Dólar avança 0,13% após dados de emprego nos EUA ]

FOTO: Pexels / Pixabay

O dólar subia 0,13%, cotado a R$ 5,227, por volta das 11h15 desta sexta-feira (5), conforme o mercado digere a divulgação do relatório Payroll de criação de vagas de trabalho nos Estados Unidos. Já o Ibovespa avançava 0,47%, aos 106.389 pontos, descolado das bolsas do exterior.

O índice é impulsionado por ações ligadas a commodities, em especial a Vale a Petrobras, que operam em alta com um otimismo sobre as perspectivas de demanda na China.

O mercado reagiu negativamente aos dados de emprego da economia dos Estados Unidos, que superaram as expectativas e sugerirem que a economia do país ainda não está em recessão. A taxa de desemprego caiu para 3,5%, e foram gerados 528 mil postos de trabalho, mais que o dobro do projetado.

O quadro indica uma reversão das previsões nas semanas anteriores, quando o mercado apostou em um ciclo mais brando, com altas de juros menores, depois do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre recuar e o Fed indicar que poderia ter elevações menores dependendo dos dados da economia.

A moeda norte-americana é beneficiada pelo aumento dos juros, e quanto maiores as apostas em um Fed mais agressivo, maior a retirada de investimentos de outros mercados, que migram para os Estados Unidos, impulsionada também por temores sobre uma recessão no país.

Na semana, o real e o Ibovespa foram beneficiados pela sinalização do Comitê de Política Monetária (Copom) de que o ciclo de alta de juros no Brasil pode ter terminado em agosto, mas deixando em aberto uma possível elevação em setembro dependendo da conjuntura. Com a taxa Selic seguindo as projeções do mercado, as areações entre investidores foram positivas.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!