"Doutor Bumbum" tem registro médico cassado

Denis foi acusado de causar a morte de uma paciente durante um procedimento estético dentro do próprio apartamento

[

FOTO: Agência Brasil

O Conselho Regional de Medicina de Goiás (CRM-GO) publicou a cassação do registro profissional de Denis César Barros Furtado, conhecido como “Doutor Bumbum”. Ele foi acusado de causar a morte de uma paciente durante um procedimento estético dentro do próprio apartamento, na Barra da Tijuca (Rio de Janeiro). Denis possuía registro para atuar em Brasília e Goias. 

Assim como o CRM-GO, todos os conselhos regionais onde Doutor Bumbum atuava deverão publicar que o médico perdeu o direito de exercer a profissão.


Comentários