Envolvidos no ataque ao ônibus do Bahia são indiciados por lesão corporal leve

O atentado com explosivos aconteceu em fevereiro; goleiro Danilo Fernandes precisou ser retirado em uma ambulância

[Envolvidos no ataque ao ônibus do Bahia são indiciados por lesão corporal leve]

FOTO: Reprodução/Redes Sociais

Quatro meses após o ataque ao ônibus do Bahia, o clube parece não ter ficado satisfeito com o veredito de lesão corporal leve empregado aos envolvidos. Através das redes sociais, o time disse que "quando morrer alguém, não adianta lamentar".

Relembre o caso 

Em fevereiro, o ônibus que transportava os jogadores do Esporte Clube Bahia sofreu um atentado com explosivos em Salvador, no caminho da Arena Fonte Nova. Na ocasião, atletas ficaram feridos, sendo o caso mais grave o do goleiro Danilo Fernandes, que precisou sair em uma ambulância do veículo. Um carro que passava ao lado do ônibus também foi atingido.


Comentários