Membro do COI admite problemas nas organização da Olimpíada de Tóquio

John Coates ainda firmou que não há possibilidade do evento ser adiado por mais uma vez

[Membro do COI admite problemas nas organização da Olimpíada de Tóquio]

FOTO: Reprodução/ Globoesporte

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, que foram adiados para 2021 devido à pandemia de coronavírus, está com problemas na organização para que a competição seja realizada. O presidente do Comitê Olímpico Australiano (AOC, na sigla em inglês) e membro do Comitê Olímpico Internacional (COI), John Coates, foi quem admitiu o medo e a desorganização. 

"Enfrentamos problemas reais, temos muita gente envolvida: 11.000 atletas de 206 países, 5.000 técnicos e oficiais, 20.000 jornalistas, 4.000 pessoas envolvidas na organização e 60.000 voluntários", afirmou Coates, nesta sexta-feira, em uma conferência organizada pelo grupo de comunicação News Corp.

Coates ainda admitiu que não há possibilidade de adiar a competição para depois do verão, no hemisfério norte, de 2021. "Não podemos adiar mais a competição e devemos partir do princípio de que não haverá uma vacina contra o novo coronavírus. Ou caso exista, não estará disponível para todos", disse.  


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[Corrente do bem: Nike Inc. anuncia doação de US$40 milhões em apoio à comunidade negra]

O dinheiro será destinado a diversas organizações que promovem a justiça social, trabalham contra a desigualdade racial

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!