"Não representa qualquer risco", diz Bach sobre infecção na Aldeia Olímpica

Presidente do COI descarta que situação seja determinante para adiar Jogos

[

FOTO: Reprodução/Getty Images

O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, considerou que o primeiro caso de infecção pela Covid-19 detectado na Aldeia Olímpica não representa riscos para os atletas que participarão dos Jogos de Tóquio 2020.

Bach demonstrou estar despreocupado com a situação, sendo que há outros 13 novos casos em pessoal relacionado com os Jogos Olímpicos.

Segundo ele, os novos casos foram colocados em isolamento para seguir os protocolos sanitários contra a proliferação da doença, mas "não representam qualquer risco para outros participantes, nem para a população", disse. 

Até agora, 44 casos de infecção com o novo coronavírus foram registradas em pessoas relacionadas com os Jogos, incluindo um atleta da delegação ugandesa. O caso da Aldeia Olímpica é o de um participante estrangeiro. Segundo o COI, não se trata de um atleta.

“O meu apelo aos japoneses é que recebam de braços abertos os atletas para as suas competições. Pedimos, uma vez mais, humildemente, aos japoneses que apoiem os atletas de todo o mundo, porque eles têm tanto interesse como os japoneses em que os Jogos decorram de forma segura”, acrescentou Bach.

Além da recomendação de viajarem vacinados para o Japão, os atletas e outros participantes nos Jogos, que não terão público, devem realizar vários testes PCR antes de chegarem ao país e frequentemente durante a sua estadia, além de terem várias restrições de movimento, entre as quais a de assistirem a outras modalidades.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!