Presidente do Inep afirma que Bolsonaro não pediu para ver provas do Enem

A declaração foi feita na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados

[Presidente do Inep afirma que Bolsonaro não pediu para ver provas do Enem ]

FOTO: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Em declaração na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados nesta terça-feira, 14, o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Elmer Coelho Vicenzi, garantiu que o presidente Jair Bolsonaro não pediu para analisar a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) antes.

No ano passado, o presidente Jair Bolsonaro se envolveu em uma polêmica ao afirmar, durante uma transmissão ao vivo, que em sua gestão o governo federal iria analisar as provas do Enem antes de serem aplicadas para estudantes do ensino médio de todo o país. Isso porque uma das questões da prova era sobre a língua pajubá, dialeto utilizado por LGTBs.

À época, Bolsonaro disse que “no Enem do ano que vem, pode ter certeza, fique tranquilo, não vai ter pressão dessa forma no ano que vem. Nós vamos tomar conhecimento da prova antes. Vão ter perguntas sobre Geografia, dissertação sobre História, questões voltadas ao que interessa ao futuro da nossa geração, do nosso Brasil”.

Nesta terça-feira,14, Elmer garantiu que "não foi pedido ao Inep, por nenhuma autoridade superior ao presidente do Inep – ministro da Educação ou o próprio presidente – para ler a prova".

Ele também afirmou que os pedidos do presidente serão atendidos conforme as normas determinam, mas que até o momento nada foi lhes passad


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[Cirurgia estética vaginal: conheça as opções de procedimentos e indicações! ]

Segundo dados divulgados pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética, o Brasil é o país campeão em cirurgias íntimas

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!