Sete em cada dez trabalhadores formais e informais temem perder ocupação durante pandemia

Pesquisa foi realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) entre os dias 10 e 13 de julho

[Sete em cada dez trabalhadores formais e informais temem perder ocupação durante pandemia]

FOTO: José Cruz / Agência Brasil

Sete em cada dez trabalhadores formais e informais, o que representa 71%, temem perder a ocupação de onde tiram o sustento. A mesma proporção indica redução de gastos mensais desde que a pandemia da covid-19 teve início.

As informações foram coletadas de pesquisa de opinião feita pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Os dados foram levantados em consulta por telefone, realizado entre os dias 10 e 13 de julho em todas as unidades da Federação.

Anteriormente, em enquete realizada em maio, a proporção de pessoas preocupadas com a manutenção trabalhista era de 77%, e o percentual de quem diminuiu o consumo, 74%.

De acordo com nota divulgada pelo CNI,  “o nível reduzido de consumo tende a ser mantido mesmo após o fim do isolamento social”. A maior parte dos entrevistados acredita que manterá o atual patamar de consumo entre 15 tipos de produtos industrializados, desde itens tais como, roupas, produtos de higiene pessoal até bebidas alcoólicas, eletrodomésticos e eletroeletrônicos.

Ainda de acordo a pesquisa, 67% dos entrevistados afirmaram acreditar que a recuperação econômica ainda não teve início, sendo que 61% calculam que demorará ao menos um ano para acontecer. Três de cada dez pessoas ouvidas (31%) afirmaram que perderam parte ou renda total antes da pandemia da covid-19.

Um terço dos entrevistados também indicou que pediu e está recebendo o auxílio emergencial. Entre o número, 57% utilizaram o dinheiro para realizar compras e 35% aproveitaram a quantia para pagamento de dívidas.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!