Smartwatch não deve ser usado para medir glicemia, alerta Anvisa

Agência afirmou que nenhum dispositivo é regularizado

[Smartwatch não deve ser usado para medir glicemia, alerta Anvisa]

FOTO: Reprodução/Pixabay

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou nesta segunda-feira (26) uma nota técnica que desaconselha o uso de smartwatches, conhecido como relógio inteligente, para o controle da glicemia e da oximetria, que mede a saturação de oxigênio no sangue.

De acordo com a agência reguladora, os aparelhos que realizam essas medições precisam ser reconhecidos “como de uso tipicamente médico e devem ser regularizados”. Apenas cinco softwares para smartwatch são aprovados pela Anvisa e destinados para medir pressão arterial, eletrocardiograma e notificação de ritmo cardíaco irregular.

“Portanto, não existe, até o momento, nenhum dispositivo deste tipo regularizado para medição não invasiva de glicose ou oximetria”, diz a nota técnica. 

O comunicado ainda alerta que não há estudos com evidências sobre a segurança e o desempenho para esta indicação de uso. No entanto, os aparelhos que medem apenas frequência cardíaca e respiratória, que não são considerados de uso médico, não estão sujeitos à regulamentação da Anvisa.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[Com mais de 500 anos de tradição, saiba por que o Brasil possui uma história única no cultivo de vinhos! ]

Sommelière explica a importância da história dos vinhos de mesa para a cultura nacional, e indica rótulos para celebrar os vinhos brasileiros

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!