'Sou daltônico, todos têm a mesma cor', declara Bolsonaro

Citação do presidente ocorreu no Dia da Consciência Negra

['Sou daltônico, todos têm a mesma cor', declara Bolsonaro]

FOTO: Reprodução/ Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro declarou ontem (20), no Dia da Consciência Negra, que ele é "daltônico" e enxerga a todos como se tivessem apenas uma cor. As falas foram publicadas na conta particular do Twitter, onde citou ainda que "Não existe uma cor de pele melhor do que as outras", o que existem são "homens bons e homens maus."

"Não nos deixemos ser manipulados por grupos políticos. Como homem e como Presidente, sou daltônico: todos têm a mesma cor. Não existe uma cor de pele melhor do que as outras. Existem homens bons e homens maus. São nossas escolhas e valores que fazem a diferença", escreveu.

Para Bolsonaro, o problema, a exemplo da violência, "são vivenciados por todos, de todas as formas" e que esse sofrimento não pode ser dividido em grupos. "Estamos longe de ser perfeitos. Temos sim os nossos problemas, problemas esses muito mais complexos e que vão além de questões raciais. O grande mal do país continua sendo a corrupção moral, política e econômica. Os que negam este fato ajudam a perpetuá-lo", afirmou em sua publicação.

Ele ainda disse que o "conflito, o ressentimento, o ódio e a divisão entre classes", estão "sempre mascarados de "luta por igualdade" ou "justiça social", tudo em busca de poder."

"O Brasil tem uma cultura diversa, única entre as nações. Somos um povo miscigenado. Brancos, negros, pardos e índios compõem o corpo e o espírito de um povo rico e maravilhoso. Em uma única família brasileira podemos contemplar uma diversidade maior do que países inteiros", comentou. 


Comentários