Vídeo: Nova gravação mostra que homem negro agrediu segurança primeiro

Delegada descarta racismo no crime

[Vídeo: Nova gravação mostra que homem negro agrediu segurança primeiro]

FOTO: Reprodução

A delegada Roberta Bertoldo, responsável pela investigação da morte de João Alberto Silveira de Freitas, morto ontem, vitima de sufocamento por seguranças do supermercado Carrefour em Porto Alegre, afirmou não haver indícios de racismo no crime ao verificar em novo vídeo divulgado hoje, que foi João Alberto quem começou as agressões desferindo um soco no rosto de um dos seguranças:

"Por algum mal-entendido, esse homem teria sido abordado por seguranças, teria havido novas discussões que motivaram a retirada dele do empreendimento, que motivaram ele a desferir um soco nos seguranças e todas essas agressões que vieram a esse fim trágico que foi a morte dele”, disse a delegada.

As investigações ainda não foram encerradas mas o novo vídeo muda a premissa antes divulgada por toda imprensa nacional, que acabou gerando protestos e vandalismo em diversos estados do país

A polícia ainda vai ouvir testemunhas e busca encontrar novos vídeos que possam ajudar a esclarecer o que de fato aconteceu.

Confira o vídeo analisado pela delegada:

Suposta Ficha Corrida

Também circula na internet uma suposta lista de crimes que João Alberto teria cometido no decorrer da vida. É sabido que ele já havia sido fichado por agressão e espancamento, mas ainda não foi oficializado onde e quando aconteceram os casos.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!