Brasil reconhece situação de refugiado para mais de 7,7 mil venezuelanos

Só em junho deste ano, 38.359 venezuelanos tiveram o pedido de refúgio aceito

[Brasil reconhece situação de refugiado para mais de 7,7 mil venezuelanos]

FOTO: Divulgação | Organização Internacional para as Migrações (OIM)

Em publicação feita no Diário Oficial da União na terça (15), o Comitê Nacional para Refugiados (Conare) formalizou a situação de refugiado para mais de 7.786 venezuelanos que já vivem no Brasil.

No Brasil, com a solicitação de refúgio, qualquer pessoa é autorizada a ficar no país até o final do procedimento. Além disso, o refugiado tem direito a utilizar serviços públicos e a emitir documentos de identificação, como: Cadastro de Pessoa Física (CPF) e a Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS).

Após a aprovação, o refugiado tem autorização para permanecer no país por tempo indeterminado e pode, depois de quatro anos, solicitar a naturalização como brasileiro (a).

Por causa da instabilidade política e a crise econômica na Venezuela, estima-se que mais de 260 mil venezuelanos vivem no Brasil atualmente, segundo dados das autoridades brasileiras. De acordo com a Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), até julho deste ano, mais de 130 mil venezuelanos tinham pedido refúgio ao governo brasileiro. Do total das solicitações, 38.359 tiveram o pedido aceito até junho deste ano.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[Com nove metros quadrados de altura, maior fonte de chocolate no mundo é inaugurada na Suíça]

O interior do museu é formado por escadas em espiral, pilares cilíndricos e varandas curvilíneas que lembram os bombons tradicionais da Lindt

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!