Líderes mundiais realizam reunião para ajudar ao Líbano

Videoconferência foi organizada pela ONU

[Líderes mundiais realizam reunião para ajudar ao Líbano]

FOTO: Reprodução/ YouTube

A Organização das Nações Unidas (ONU) e a França organizaram uma videoconferência entre os líderes mundiais para conseguir ajuda para o Líbano. O encontro está agendado para acontecer neste domingo (9). 

A realização da videoconferência foi anunciada pelo presidente francês, Emmanuel Macron, na última quinta-feira (6), em entrevista à imprensa na capital do Líbano, onde foi para prestar apoio e solidariedade. Este sábado (8), a Presidência da República francesa anunciou que o encontro está marcado para as 12h de domingo (9), indicou a agência AFP.

"[A intenção passa por mobilizar] financiamento internacional, dos europeus, dos americanos, de todos os países da região, para fornecer medicamentos, cuidados de saúde e alimentos", disse na quinta-feira (6) o presidente francês.

O Ministério da Saúde do Líbano confirmou neste sábado (8) que há mais de 60 desaparecidos em Beirute. O número oficial de mortos é de 154. A explosão deixou também 5 mil feridos.

Investigação internacional

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos pediu uma investigação independente sobre as explosões, insistindo que "os pedidos de responsabilização das vítimas devem ser ouvidos". No entanto, o presidente libanês, Michel Aoun, rejeitou a realização da investigação internacional, tendo admitido que possa ter sido causada por negligência ou por um míssil.

Entretanto, apesar de citar sobre "a possibilidade de ter sido interferência externa, como um míssel ou uma bomba", Aoun não fundamentou suas hipóteses. 

Até o momento o que se sabe é que o incêndio de cerca de 2.750 toneladas de nitrato de amônio, que estavam armazenadas de forma insegura no porto de Beirute, estava na origem das explosões, mas não é certo o que terá provocado o sucedido.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[Com nove metros quadrados de altura, maior fonte de chocolate no mundo é inaugurada na Suíça]

O interior do museu é formado por escadas em espiral, pilares cilíndricos e varandas curvilíneas que lembram os bombons tradicionais da Lindt

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!